Suspeito de incêndio e duplo homicídio em São Marcos alega desavença com pai de vítima


Homem, de 31 anos, foi preso na terça-feira (30) em Caxias do Sul e indicou o local onde ocultou o corpo da adolescente Kauana Santos, de 16 anos. Preso homem suspeito de atirar contra idosa em São Marcos; corpo de jovem é encontrado
O suspeito de incendiar uma casa e assassinar uma idosa e uma adolescente, em São Marcos, na serra gaúcha, alegou, em depoimento à polícia, uma desavença com o pai da vítima de 16 anos, como motivação para o crime.
“Não aprofunda qual seria essa desavença, que ainda está sendo verificada se ocorreu ou não. É muito vaga”, diz o delegado responsável pelo caso, Edinei Márcio Albarello.
O homem, de 31 anos, foi preso na terça-feira (30) em Caxias do Sul. Após a prisão, ele indicou onde teria colocado o corpo da jovem Kauana dos Santos, há cerca de 300 metros da casa onde a família morava.
O crime aconteceu na sexta-feira (26), quando o suspeito matou Irene da Fonseca, de 67 anos, avó de Kauana, e incendiou a casa em seguida.
De acordo com a Polícia Civil, o homem já havia ingerido uma grande quantidade de bebida alcoólica quando resolveu ir até a casa da família no final da tarde de sexta. “Foi tirar satisfação [com o pai da adolescente] e não o encontrou em casa. Ele chegou armado com uma espingarda”, destaca o delegado.
Albarello conta que o homem entrou em luta corporal com Irene, e atirou nela. “A menina tentou ajudar, quando ele disparou contra ela também. Ela correu para fugir de casa e teria ido em busca de ajuda, mas retornou e foi quando ele efetuou mais um disparo”.
Segundo o depoimento do homem, ele então conduziu a adolescente por um matagal próximo à casa e colocou o corpo em um rio, com pedras em cima. “Depois disso ele voltou e incendiou a casa”.
Um outro homem, de 29 anos, suspeito de envolvimento no crime e que havia sido preso na segunda-feira (29), foi solto. “Verificamos que ele não tinha participação. Foi solto a pedido da Polícia Civil”, destaca o delegado.
O suspeito do crime já tinha um pedido de prisão preventiva no Paraná por homicídio. “Com a prisão realizada pela comarca de São Marcos também está sendo cumprida a do Paraná”, explica Albarello.
Ele deve ser indiciado por duplo homicídio qualificado, incêndio e ocultação de cadáver.
Corpo da jovem foi encontrado em um pequeno rio próximo à casa da família

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line