Suspeito de atirar contra radialista de Caçador é preso

O suspeito de atirar contra o radialista André Alves, de 39 anos, na noite do dia 16 de novembro, em Caçador, no Meio-Oeste do Estado, teve a prisão preventiva decretada na manhã do sábado (21). A prisão foi efetuada por policiais civis da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Caçador, em Indaial.

De acordo com a Polícia Civil, o homem é acusado pela dupla tentativa de homicídio contra o radialista e sua ex-companheira e atual namorada de André. Dois dias após o crime o suspeito se apresentou na sede da DIC de Caçador acompanhado por seu advogado. Após ser interrogado e permanecer em silêncio, ele foi liberado por não estar mais em situação de flagrante.

André Alves foi baleado na noite do dia 16 de novembro – Foto: Arquivo pessoal

De acordo com o Delegado de Polícia Davi Matos, em decorrência da possibilidade de fuga para outra localidade, foi solicitada a prisão preventiva. A ordem judicial foi deferida pelo Juízo competente após manifestação favorável do Ministério Público.

Segundo o delegado, após investigação, foi confirmado que o suspeito havia fugido para Indaial, onde foi cumprido o mandado de prisão. A ação contou com a colaboração da Delegacia de Polícia da Comarca de Indaial. O homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Caçador.

Relembre o caso

O locutor André Alves, de 39 anos, foi atingido por vários tiros na noite do dia 16 de novembro na cidade de Caçador. O profissional faz parte da equipe da  Rádio Caçanjurê.

André estava na casa da namorada Neila dos Santos, de 35 anos, quando foi atingido por disparos de arma de fogo pelo ex-namorado de Neila, um homem de 37 anos.

 

Estado de saúde

O locutor foi socorrido no Hospital Maicé em estado grave. Segundo boletim médico, após ir para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) André apresentou os primeiros sinais de melhora na quinta-feira (19) e acordou pela primeira vez.

Por conta da agitação, os médicos optaram por manter os sedativos para evitar novas lesões. “Deus está agindo de uma forma que os médicos não compreenderam. Não tem explicação em tão poucos dias do trauma ele já ter acordado”, relatou o irmão Marcelo Alves, à Rádio Caçanjurê.

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line