Renda Brasil, o ‘novo Bolsa Família’, poderá pagar até R$ 300 por mês a beneficiários

Auxílio emergencial

O governo quer estabelecer um cronograma diferente para o pagamento das parcelas. Como as parcelas da primeira etapa ainda estão sendo pagas, o governo pretende pagar a primeira parcela da nova etapa em agosto.

A ideia é pagar:

  • R$ 500 no dia 1º de agosto;
  • R$ 100 no dia 31 de agosto;
  • R$ 300 no dia 1º de setembro;
  • R$ 300 no dia 30 de setembro.

Tudo isso para o que o governo chama de “aterrissagem” dos programas para dar início à implementação do Renda Brasil.

‘Turbinar’ programas sociais

O governo quer “turbinar” os programas sociais porque viu a necessidade de o presidente Jair Bolsonaro ampliar a base de apoio entre os mais pobres, uma vez que está perdendo apoio na classe média das regiões metropolitanas.

O apoio de mulheres mais pobres, justamente as beneficiárias do Bolsa Família e do auxílio emergencial, apontou a pesquisa Data Folha desta semana, garantiu ao presidente Bolsonaro permanecer na faixa de 30% de apoio.

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line