Polícia Civil do Rio, MP e TCE deflagram operação contra fraudes na Cedae

A Polícia Civil, o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Rio de Janeiro deflagaram nesta quarta-feira (1º) uma operação contra fraudes envolvendo a Cedae, companhia pública de saneamento do estado.

Os alvos dos 14 mandados de busca e apreensão são empresários e funcionários de uma empresa de engenharia, além de agentes e ex-diretores da própria Cedae.

De acordo com as investigações, esses empresários pagavam propina a funcionários da companhia para obter informações privilegiadas de processos de compra com dispensa de licitação.

Além disso, também repassavam vantagens indevidas para ex-diretores para serem beneficiados nesses processos. Esses pagamentos foram feitos em dinheiro ou com a entrega de cartões corporativos.

O esquema teria operado entre os anos de 2017 e 2018, movimentando cerca de R$ 63 milhões. Durante a investigação, os suspeitos foram monitorados, para comprovar sua participação no esquema. Também foi identificado superfaturamento em alguns desses contratos para compra de produtos. Os empresários também são investigados por atuarem de forma semelhante em algumas prefeituras do interior do estado.

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line