Defesa Civil diz que Gaspar teve mais de 500 construes atingidas pelo temporal

Defesa Civil diz que Gaspar teve mais de 500 constru

Mais de 500 construções localizadas em Gaspar foram atingidas pela trovoada com fortes rajadas de vento da tarde de terça-feira, dia 30 de junho. Os dados são da Defesa Civil e foram repassados em coletiva de imprensa realizada no final da manhã desta quarta-feira, dia 1º de julho, na prefeitura de Gaspar.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil de Gaspar, Evandro Amaral, o levantamento oficial ainda está sendo realizado. Porém, é possível estimar que os bairros Figueira e Bela Vista foram os mais atingidos.

Previsão para quarta-feira

A previsão é de que uma forte rajada de vento afete Gaspar entre 16h e 17h desta quarta, dia 1º. Ela deve chegar sem chuva e, conforme Amaral, deve ser o último sinistro em virtude da passagem do ciclone extratropical.

Na terça, os ventos chegaram em 100km/h. Para quarta, a previsão é de que atinjam a marca dos 80km/h.

Casos

Centenas de famílias sofreram com o destelhamento em suas residências. A cidade registrou diversas quedas de árvores, placas, outdoors e postes. O sinal de internet foi danificado e grande parte dos bairros de Gaspar sofreu com a falta de energia elétrica. Em dois prédios, muros de vidros e até mesmo janelas quebraram com a força do vento.

Conforme informações repassadas durante a coletiva de imprensa, 16 escolas de Gaspar e duas Unidades de Saúde também foram atingidas. “O levantamento oficial está sendo levantado. Mas, esses são dados mínimos que já podemos adiantar”, disse Evandro.

Ainda segundo dados do superintendente, a Defesa Civil trabalha também na avaliação da estrutura da construções. “Estamos realizando diversas vistorias. Quatro blocos do Residencial Milano [no bairro Coloninha] foram atingidos. Além disso, temos duas residências com vistoria agendada. Se preciso for, vamos realizar a interdição para preservar a vida dos moradores”.

‘Situação de Emergência’

Todas as vistorias e atendimentos realizados em Gaspar estão sendo documentados em fotos e vídeos. Isso porque Gaspar vai tentar se enquadrar nos quesitos necessários para receber recursos do Governo Federal. “Estamos contabilizando todos os prejuízos, preenchendo os documentos e guardando fotos e vídeos da situação das casas. Se nos enquadrarmos em todos os itens necessários, vamos declarar ‘Situação de Emergência’ e enviar a documentação para Brasília”.

Telefone de emergência

Ao meio dia desta quarta-feira, dia 1º, o telefone 199, da Defesa Civil, estava com a linha congestionada. Isso porque muitas pessoas ainda estão ligando para a prefeitura para relatar as ocorrências. Diante da situação, o órgão disponibilizou o telefone 3331-6391 para que a população possa relatar as ocorrências. Uma central de atendimento foi montada no auditório da prefeitura e voluntários da Defesa Civil atuam para atender as demandas.

COM AGÊNCIAS

Gostou deste blog? Por favor, compartilhe :)

https://jornaltijucas.com.br/feed/
Seguir por E-mail
YOUTUBE
Leitores On Line